Morre Nilcea Freire, ministra da Lei Maria da Penha

Morreu neste sábado (28), no Rio de Janeiro, vítima de um câncer na cabeça, a médica e ex-Ministra-Chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Governo Lula, Nilcéia Freire. Ela Foi decisiva para a criação da Lei Maria da Penha, em 2006, e responsável pela

I Conferência Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres, em 2004, ocasião que reuniu mais de 120 mil mulheres de todo Brasil. Da conferência, saiu o Plano Nacional de Políticas para as Mulheres.

Além de ser fundamental na criação da Lei Maria da Penha, Nilcéia também foi responsável pela ampliação das delegacias e varas especializadas para mulheres, assim como o disque denúncia mulher 180.

Ainda pelo combate à violência contra a mulher, a gestão de Nilcéia Freire no governo do ex-presidente Lula foi de extrema importancia para criação e execução do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, e programas como Gênero e Diversidade na Escola e Pró-Equidade de Gênero.

Nilceia também conduziu, ao longo dos sete anos em que esteve à frente da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, uma forte articulação internacional sobre o tema, tornando o Brasil uma liderança na área.

Temas como garantia de direitos às trabalhadoras domésticas, políticas específicas para as trabalhadoras do campo e para as mulheres negras, promoção da memória da mulher brasileira e articulação em torno da garantia de direitos sexuais e reprodutivos, inclusive fazendo uma clara defesa da autonomia da mulheres nesse campo, foram também marcos de sua gestão naquele órgão.

Em seu vasto currículo, a carioca tambem foi reitora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), sendo a primeira mulher a assumir o cargo. Na função, ficou como a responsável pela criação do programa de cotas na UERJ.

Gostaríamos de ler seus comentários

Deixe um comentário